O Blog "Mundo Interior"

Blog criado pelo grupo de trabalho “Mundo Interior” , constituído por alunos de Área de Projecto do 12.º ano de escolaridade, agrupamento de Ciências e Tecnologias, na escola Secundária de Odivelas, área curricular leccionada pelo professor João Ramalho. Somos um grupo de trabalho constituído pelos alunos Ana Lopes, Bruno Ferreira, Carla Peres, Rodrigo Martins e Vanessa Albino que adoptou como sua designação “Mundo Interior” após ter escolhido como tema de trabalho o Autismo e Perturbações do Desenvolvimento das Crianças.
Manifesto Inicial
Descrição do Logótipo

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Centro Mundo Interior - Maqueta Real

No âmbito do nosso tema da disciplina de Área de Projecto, desenvolvemos um centro de apoio integrado de tratamento e acompanhamento de pacientes com autismo. Desta forma, realizou-se o projecto do edifício e procedeu-se à elaboração de uma maqueta virtual do mesmo, como já mencionado em postagens anteriores.
Após o desenvolvimento da maqueta virtual, iniciou-se o desenvolvimento da maqueta física do edifício anteriormente projectado. Nesta parte do trabalho, foi já construído o modelo do terreno com as respectivas curvas de nível, e diversas partes que irão constituir o edifício, entre as quais as janelas e as paredes. Na construção dos elementos já mencionados, foram utilizados diversos materiais, entre os quais placas de esferovite (terreno com as respectivas curvas de nível), balsa (estrutura base do edifício) e acrílico/PVC (janelas e paredes envidraçadas).
O trabalho desenvolvido permitiu-nos compreender que a construção de uma maqueta é um trabalho minucioso. Dar forma a estes materiais para os transformar no que idealizámos mostrou-se um desafio.
A realização das maquetas virtual e física permitiu-nos conhecer uma arte que possibilita construir os sonhos dos demais, o que tornou esta experiência muito interessante.
Assim, demos forma à maqueta do centro que idealizámos, à escala 1:100, construída sobre uma base de esferovite que representa a modelação real do terreno com curvas de nível de 0,5 m em 0,5 m, uma mistura de balsa e acrílico numa representação que pretendemos nobre mas simplista e moderna, essa linha é bem patente na opção tomada de representar elementos complementares como a vegetação ou o pavimento para circulação automóvel na cor laranja. As imagens falam por si.





Centro
Mundo
Interior




Página inicial

segunda-feira, 31 de maio de 2010

domingo, 16 de maio de 2010

Exposição no Pavilhão Polivalente de Odivelas

Convidamos todos os nosso leitores a juntarem-se a nós na exposição que irá decorrer no Pavilhão Polivalente de Odivelas, de 17 a 21 de Maio, entre as 9:00h e as 17:30h. No entanto, no dia 20 de Maio, quinta-feira, estará excepcionalmente aberta até às 22h.
Nela far-se-ão representar os muitos grupos de Área de Projecto da Escola Secundária de Odivelas, expondo os seus trabalhos realizados durante o período lectivo.
Contamos com a sua presença!
O grupo,
Mundo Interior


Página inicial

terça-feira, 11 de maio de 2010

Descoberta de possível tratamento para doenças como o autismo

Graças ao trabalho de Marcel Just, Vladimir Cherkassky, Tom Mytchell e Sandesh Aryal, está-se cada vez mais próximo de encontrar uma cura para o autismo e outras doenças neurológicas. Estes cientistas da Universidade de Carnegie Mellon conseguiram determinar como é que o cérebro organiza representações de substantivos, permitindo perceber como o cérebro codifica os mesmos. Através da utilização de imagens cerebrais, estes cientistas conseguiram identificar, com precisão, pensamentos estimulados por palavras isoladas, tendo sido também capazes de prever onde se daria a activação desse mesmo pensamento quando o substantivo era apresentado aos participantes.

Esta técnica permitirá identificar as distorções no significado de alguns conceitos, que ocorrem em indivíduos com doenças neurológicas, e idealizar métodos de as corrigir. No caso dos autistas, que podem possuir uma codificação mais fraca em contacto social, será possível medir essa mesma distorção, o que permitirá encontrar a melhor solução para a correcção da mesma.

Este avanço traz a esperança de uma vida melhor aos autistas, pois poderá resolver alguns dos problemas que tornam o seu dia-a-dia tão difícil, tanto para eles como para os seus familiares.

Esperemos que este tratamento se mostre eficaz e se torne acessível a indivíduos com autismo e outras doenças neurológicas, dando a estas pessoas a oportunidade de viver a vida nas melhores condições.

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Cavalo – um amigo, um meio de evolução

Desde o início do nosso projecto que idealizámos a equitação como um dos métodos terapêuticos a integrar no Centro Mundo Interior, por ter resultados muito interessantes para os vários tipos de perturbações de desenvolvimento e pelo seu aspecto mais lúdico e relacional, que em muito contribui para os progressos que possibilita.
As técnicas da APCL abriram-nos as portas no Hipódromo de Lisboa (que visitámos dia 18 de Fevereiro), onde trabalham não só com crianças com paralisia cerebral mas também com crianças autistas. Aí, explicaram-nos as vertentes do que designávamos por hipoterapia e o modo como esta poderia ser facultada aos utentes do nosso centro, em parceria com a referida instituição.
Ficámos a saber que a metodologia terapêutica que inicialmente tínhamos estudado, a hipoterapia, não se aplicava a crianças com Síndrome de Kanner. Podemos, deste modo, definir três âmbitos concretos no que respeita à equitação: o desporto – equitação desportiva (adaptada ou não), o desenvolvimento neuromotor – hipoterapia, e o desenvolvimento psicomotorequitação terapêutica ou volteio educacional; sendo que é este último o que mais intimamente se relaciona com as necessidades inerentes ao Autismo.
O passo do cavalo, movimento tridimensional, permite uma intervenção ao nível motor bastante importante, no entanto as vertentes cognitiva e comunicacional do volteio educacional são as que apresentam mais benefícios para as crianças autistas, permitindo o ajuste da sua noção de perigo, o trabalho da atenção e da concentração e a diminuição das defesas tácteis, que muitos dos jovens apresentam. O aparelhamento do cavalo e a limpeza do animal também são actividades incluídas na equitação terapêutica.
Não obstante, existe muito mais a dizer sobre esta metodologia, não só sobre o modo como se processam as secções, mas também relativamente às mais-valias que estas representam, para além do que acima foi mencionado, tendo a nossa visita ao centro hípico sido uma experiencia muito enriquecedora.
Gostaríamos, assim, de agradecer publicamente à Associação de Paralisia Cerebral de Lisboa (APCL) todo o auxílio que nos foi prestado na elaboração do nosso projecto e, em particular, à Terapeuta Paula Caniça, que nos acompanhou em nome da instituição, mostrando-nos o mundo da equitação com fins terapêuticos.

domingo, 2 de maio de 2010

Caixa Mundo Interior

Uma criança autista gosta de brincar com objectos que para as crianças ditas “normais” são insignificantes. Exemplo disso é uma simples caixa que contenha, por exemplo, o brinquedo preferido dessas mesmas crianças.
Foi esta a razão que nos levou a produzir uma caixa não só com o objectivo de colocarmos o brinquedo adaptado, mas também para satisfazer um dos gostos predilectos das crianças autistas.
Depois de alguma pesquisa, ficou decidido a elaboração de uma caixa que tenha por base um método tradicional português, a cestaria.
Desta forma, foi elaborada uma caixa tendo por base cartão (B) e jornal (A). Assim, o jornal, entrelaçado, constitui as paredes laterais, enquanto que o cartão constitui o corpo principal (C).


Para facilitar a sua construção e também para que a caixa tomasse uma forma mais sólida e compacta, foi forrada com papel e cola (D1, D2).

É de referir que esta caixa não evidencia qualquer perigo para a criança, uma vez que tem por base o papel de jornal e o cartão, e para que a segurança prevalecesse a caixa foi pintada com tintas não tóxicas (E1, E2, E3, E4, E5).
Para a finalização da caixa, e tal como referido anteriormente, procedemos à sua pintura, e para isso seleccionámos um conjunto de cores vivas que despertassem a atenção da criança (E1). Também com este objectivo foram desenhadas no exterior algumas estrelas e luas (E4), e na parte interna alguns círculos (E2).
Por fim, foram aplicados brilhantes, um outro gosto predilecto destas crianças especiais (E5).

Finalmente, a caixa está concluída, e pronta para a colocação do brinquedo adaptado (F1), juntamente com uma folha de papel colorida para seu embelezamento (F2).

Página Inicial

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Brinquedo Mundo Interior

Uma das vertentes do projecto do grupo Mundo Interior foi a concepção teórica e construção de um brinquedo adaptado, a fim de que este desenvolva o nível cognitivo e psicomotor dos portadores da síndrome de Kanner, através da estimulação dos diversos sentidos.
O brinquedo escolhido foi um elefante de peluche, devido ao seu valor simbólico, pois o elefante ensina-nos a força da gentileza, é um protector feroz e um amante incondicional do comprometimento e da comunicação nos relacionamentos. É um animal que se envolve inteiramente com todos os que com ele possuem qualquer tipo de relacionamento, é poderoso ao proteger e gentil ao cuidar.
Partindo de um elefante de peluche, fornecido pela sócia gerente Paula Garcia da loja Animal Party, realizámos diversas alterações, de acordo com os gostos das crianças portadoras da síndrome em causa.

Página inicial

sábado, 24 de abril de 2010

Centro Mundo Interior – Maqueta Virtual

O desenvolvimento do nosso projecto levou-nos a procurar projectar o edifício para um centro de apoio integrado que permitisse um melhoramento da qualidade de vida de jovens e crianças autistas, uma unidade de apoio ao diagnóstico e à terapia, intervenções no grupo familiar, orientação técnica e formação.
Este é um edifico multifuncional que para além das unidades básicas de apoio, salas de direcção, refeitório, entre outros… tem mediateca, biblioteca, piscina, um anfiteatro multifuncional e salas para trabalho com crianças e jovens, das quais pretendemos destacar as salas temáticas de música, terra e água que se interligam com um jardim de actividades, promovendo o desenvolvimento lúdico pelo contacto com o meio envolvente.
Assim, após muita pesquisa e algumas ideias que pensámos postas em prática poderem ser inovadoras e enquadrarem-se no objectivo delineado, passámos ao desenho de um centro em papel o qual passámos para formato digital, sob a forma de uma maqueta virtual.
A execução da maqueta supracitada foi feita em GoogleSketchup, com a colaboração de um dos nossos patrocinadores, a quem desde já agradecemos terem-nos ensinado a trabalhar com o referido programa. A empresa disponibilizou-se a receber-nos na sua sede e a orientar o nosso trabalho. O nosso obrigado pelo apoio, instrução e disponibilidade prestados.


sábado, 10 de abril de 2010

BIPP

Queremos agradecer ao BIPP – Banco de Informação de Pais para Pais, que se prontificou amavelmente em ajudar-nos no nosso projecto e em tudo o que precisássemos. Assim, respondeu a um questionário que continha as nossas dúvidas, ajudou-nos na divulgação da nossa palestra e também na construção do brinquedo. Igualmente, nos auxiliaram, em contactos telefónicos, quando nos surgiam algumas dúvidas pontuais.
Desta forma, agradecemos publicamente toda a ajuda, amabilidade e simpatia prestada pelo BIPP, em particular à Dr.ª Raquel Monteiro, Orientadora Familiar e Técnica Superior de Reabilitação e Inserção Social, que de uma forma delicada e gentil deu a voz pelo BIPP, e nos apoiou e auxiliou no nosso projecto desde o princípio.


sexta-feira, 2 de abril de 2010

Dia Mundial do Autismo


“Quem nasce autista morre autista”… esta é uma frase que ecoa constantemente nos nossos ouvidos e que os nossos lábios prenunciam diversas vezes, mas se tal for considerada verídica, porque não havemos de a alterar e fazer com que quem nasça autista morra singelamente como se de uma pessoa dita “normal” se trata-se?
Ser portador desta síndrome é ser diferente, mas ser diferente não significa ser melhor ou pior, ser mais ou menos rico interiormente…diferentes somos todos nós!
Hoje celebra-se o Dia Mundial da Consciencialização do Autismo (World Autism Awareness Day), que pode ser aproveitado por todos nós para uma reflexão sobre as nossas acções perante os outros, incluindo os portadores da síndrome em causa.
Todos os dias o grupo Mundo Interior pretende homenagear aqueles que convivem e vivem com o autismo, porém neste dia especial gostaríamos de salientar esta homenagem e de oferecer parte do nosso coração a estes seres humanos.
Soneto da Felicidade

De tudo, ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei-de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento.

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.

Vinicius de Moraes

Nós já fazemos parte do mundo do autismo e a cada dia que passa tentamos desvendar este mundo interior. Aproveite o dia de hoje para se juntar a nós neste logo tragecto.

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Páscoa...tempo de reflexão

«(...) Todas as manhãs traçava o meu destino ao escolher o caminho a seguir.(…)»

in Uma Longa Caminhada, de Ishmael Beah, Edições Casa das Letras


Ishmael Beah viu levados os seus anos de juventude pela guerra da Serra Leoa, ao lermos as suas palavras ficamos surpreendidos… uma criança não deve decidir o seu destino por escolher dobrar uma esquina solarenga. Não obstante, nós podemos escolher o nosso e deste tempo de Páscoa, de paz e de amor, devemos fazer também um tempo de reflexão… olhar à nossa volta quando vamos na rua, não ter medo do que possamos ver, de encontrar a nossa consciência caída no chão.
Existem muitas crianças na rua, discriminadas não só por serem autistas, por terem condicionantes físicas ou psicológicas… algumas pela cor, pelo sexo, pela religião, condição social… etc. Queremos apelar à meditação sobre este aspecto da sociedade pela sua importância, ainda que este divirja do nosso tema de trabalho. Recomendamos o poema, de Patxi Andion, Niños de la Calle (ouvir).
Assim, deixamos os nossos votos de Boa Páscoa a todos os nossos leitores.

“A paz é a única forma de nos sentirmos realmente humanos.”
Albert Einstein

segunda-feira, 29 de março de 2010

Palestra - o nosso Agradecimento



“Os dias prósperos não vêm por acaso. São granjeados, como as searas, com muita fadiga e muitos intervalos de desalento.”

Camilo Castelo Branco



Gostaríamos de agradecer publicamente a todos os que participaram na nossa palestra por o terem feito e demonstrado que se interessam por este tema do mesmo modo que nós.
Obrigado a todos pela vossa consideração e apoio, sem eles os nossos esforços teriam sido vãos.
Queremos ainda agradecer de forma muito especial aos nossos patrocinadores e a todos aqueles que, quer pertencentes à comunidade escolar, quer amigos e familiares, com a sua ajuda incansável tornaram possível a Palestra Autismo e Perturbações do Desenvolvimento das Crianças, bem como o desenvolvimento do nosso projecto.
Por último, prestamos homenagem aos oradores da nossa palestra, o Prof. Dr. Nuno Lobo Antunes e a escritora Ana Martins, que tão generosamente acederam ao nosso convite. Agradecemos o conhecimento que nos transmitiram, tornando este evento numa experiência verdadeiramente enriquecedora.
Em breve publicaremos alguns excertos da palestra, para que todos os que não puderam estar presentes possam partilhar alguns dos momentos mais marcantes connosco e para que os outros os possam rever. Até lá deixamos um pequeno vídeo que sintetiza os momentos que antecederam a Palestra Autismo e Perturbações do Desenvolvimento das Crianças.

Esperamos não vos ter decepcionado...

video

Mais uma vez o nosso muito obrigado.
Bem-haja a todos!

quarta-feira, 17 de março de 2010

Inscrições para a palestra

Lamentamos informar, mas as inscrições para a palestra, de dia 18 de Março, sobre "Autismo e Perturbações de Desenvolvimento das Crianças", encontram-se encerradas.

Respeitosamente, o grupo
Mundo Interior

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Palestra na ESO

No próximo dia 18 de Março de 2010 iremos realizar uma palestra* subordinada ao tema do projecto que temos vindo a desenvolver – “Autismo e perturbações do desenvolvimento”. Esta terá lugar na Escola Secundária de Odivelas à qual pertencemos, pelas 20:30 h.

Poderemos contar com a presença do Prof. Dr. Nuno Lobo Antunes, neuropediatra e também autor dos livros Mal-entendidos e Sinto Muito.
A leitura dos seus livros proporciona-nos a imagem de alguém que alia conhecimento e carácter humano. Ao lê-los, vemo-nos envolvidos por um misto de sentimento e razão, que se revêem na perspectiva científica com que os assuntos são abordados, conjuntamente com a veracidade e emotividade das histórias contadas. Toda a informação sensorial e racional que abre caminho pela nossa mente através destas leituras, irá fazê-lo de uma forma mais real e vívida ao ouvirmos o fluir das palavras que no papel nos emocionam.
O mesmo acontecerá para o discurso da Dra. Ana Martins, autora do livro Autista, quem…? Eu? e mãe de um jovem autista, Pedro, a qual também comparecerá na palestra acima referida. Este mostrar-nos-á a perspectiva de uma mãe que desde perto acompanhou o crescimento de um filho diferente e único, uma relação dotada de um amor incondicional extraordinário.
Esta palestra tem, assim, um cariz intervencionário pretendendo sensibilizar a comunidade para um tema tão vasto e pouco divulgado nos dias de hoje, o Autismo. Deste modo temos como objectivo a troca de experiencias, que leve à consciencialização e ao esclarecimento de todos os que comparecerem acerca desta síndrome.
Também desejamos divulgar o nosso projecto e salientar a importância de iniciativas como esta, que promovem a partilha de pontos de vista e dão a conhecer casos tão importantes como este.
Convidamos todos os nossos seguidores a assistirem a esta palestra, com a promessa de um tempo de qualidade. Para tal basta inscrever-se até ao dia 14 de Março de 2010. O documento de inscrição está disponível mais abaixo, deverá ser preenchido e enviado para o nosso e-mail (mi.a.b.c.r.v@gmail.com).
O grupo,
Mundo Interior

*Entrada gratuita

Folha de Inscrição

Página Inicial

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010


Ser quem somos… ser o outro… a cor, a música, a diversão… revelar quem somos através das máscaras…
O grupo Mundo Interior deseja a todos os seus seguidores um óptimo Carnaval.


quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Animal Party

Colorida, fantástica, mágica … são atributos da mais extraordinária fábrica de peluches designada Animal Party e que no dia 11 de Fevereiro de 2010 o Mundo Interior teve o privilégio de conhecer.
Das três lojas Animal Party, o nosso grupo dirigiu-se à do Dolce Vita Tejo e foi recebido com toda a gentileza pela sócia gerente Paula Garcia, à qual agradecemos publicamente toda a disponibilidade e amabilidade.
Um dos objectivos do nosso trabalho é a concepção teórica e a construção de um brinquedo que desenvolva o nível cognitivo e psicomotor de crianças autistas, através da estimulação dos sentidos (audição e tacto, sendo estes os que mais necessitam de intervenção). Assim, a Animal Party forneceu-nos a base do nosso brinquedo e alguns materiais para a sua elaboração, tal como a possibilidade de, após as devidas readaptações
do peluche, realizar o seu enchimento.
Na Animal Party podemos dar alma a um peluche e converte-lo num grande amigo, nesta loja a fan
tasia torna-se realidade, porque o seu objectivo é transmitir afecto e felicidade às crianças de todas as idades.
Deixamos, deste modo, as melhores referências desta loja original e onde o divertimento é garantido (http://www.animalparty.pt).

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Rosa Lobato Faria - Expressão pela Arte

Repetimos… autismo, arte, cultura, vezes e vezes sem conta pensando o que une palavras que remetem para conceitos tão díspares, para verificar que as palavras em si podem não ter uma estreita ligação etimológica… elas ligam-se através de quem as profere e sente.
As artes e a cultura são ponte entre mundos, estão em nós. Prestamos por isso homenagem a Rosa Lobato Faria.
A actriz e escritora (poetiza e romancista)… faleceu aos 77 anos, a 02 de Fevereiro de 2010 deixando um vazio no seu lugar. Não obstante, inscreveu o seu nome na nossa história, perdurando na memória dos demais pelo seu trabalho de grande valor estético e humano.
Embora todos o sintamos de forma diferente, de acordo com o nosso mundo interior (cheio de histórias, de personalidade, de contextos, etc.), um dos seus poemas mais bonitos será sempre Quem me quiser. Este remete para a diferença, para a singularidade de cada um, para os sacrifícios e provações que temos que enfrentar quando amamos alguém próximo… fala-nos de compreensão, de entusiasmo, de coisas grandes e das mais triviais, de momentos maus e dos melhores… dizendo-nos que todos eles fazem parte das relações, de quem ama e de quem é amado.
O amor incondicional dos pais, que são a âncora dos seus filhos autistas, a dedicação dos médicos e terapeutas que os acompanham, o olhar aberto e a compreensão de amigos… tudo isto corre pela nossa imaginação enquanto lemos o poema de Rosa Lobato Faria.

Quem me quiser

Quem me quiser há-de saber as conchas
a cantiga dos búzios e do mar.
Quem me quiser há-de saber as ondas
e a verde tentação de naufragar.

Quem me quiser há-de saber as fontes,
a laranjeira em flor, a cor do feno,
a saudade lilás que há nos poentes,
o cheiro de maçãs que há no inverno.

Quem me quiser há-de saber a chuva
que põe colares de pérolas nos ombros
há-de saber os beijos e as uvas
há-de saber as asas e os pombos.

Quem me quiser há-de saber os medos
que passam nos abismos infinitos
a nudez clamorosa dos meus dedos
o salmo penitente dos meus gritos.

Quem me quiser há-de saber a espuma
em que sou turbilhão, subitamente
- Ou então não saber coisa nenhuma
e embalar-me ao peito, simplesmente.


Rosa Lobato Faria


Página Inicial

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Cinema - Ponte entre fantasia e realidade

Muito do que sonhamos, fantasiamos… tem por base a realidade, nem sempre é baseado em casos singulares e verídicos mas numa mistura entre todas as histórias das quais somos personagens, narradores ou leitores no nosso quotidiano.
O cinema funciona muitas vezes como a ponte que permite atravessar as duas dimensões - realidade e fantasia.
Da vida para o imaginário de todos nós… Mozart and the WhaleLoucos e Apaixonados (ver trailer), um filme dirigido por Petter Naess e escrito por Ron Bass, baseado numa história verídica. Uma comédia romântica, com um toque de drama, que alcança o coração de qualquer um. Esta conta-nos a história de um casal peculiar (baseada em Jerry e Marry Newport), ambos autistas com Síndrome de Asperger, e através dela retrata as provações enfrentadas dia a dia por pessoas como eles, permitindo-nos entrar um pouco mais num mundo que não é nosso, um mundo interior e único.
Donald define-se pela semelhança com uma baleia (whale em Inglês). Este, apesar das suas capacidades extraordinárias, vive do seu emprego como taxista, adora aves, tem uma predilecção por padrões e rotinas predefinidos e algumas dificuldades em comunicar, mas os números são a sua praia e o seu porto de abrigo. Este tem a seu cargo um grupo de autistas cuja síndrome os condiciona mais do que a ele, é aí que conhece Isabelle (o reflexo de Mozart)… O que surtirá do choque de dois mundos muito parecidos e em tudo diferentes?
Mais recentemente tivemos a estreia de uma outra comédia romântica, Adam (ver trailer). Igualmente divertida e menos dramática, conta-nos a história de Adam, um autista com Síndrome de Asperger, que se vê apaixonado pela sua vizinha. Também este filme problematiza os obstáculos enfrentados pelos que são diferentes, bem como os seus aspectos únicos.